Foto: CBM / Agora Laguna
 

O posto de guarda-vidas da praia do Tamborete, na região da ilha, foi procurado por João Batista na tarde desta sexta-feira, 7, mas não para receber ajuda. Ele foi até lá agradecer o resgate que os bombeiros fizeram à sua embarcação no fim de janeiro.

Batista estava em um barco pesqueiro de Itajaí, que atuava no mar de Laguna e acabou com a hélice bloqueada por uma rede. A tripulação acionou o Corpo de Bombeiros para resgate, o que foi realizado na manhã de 26 de janeiro em operação que durou duas horas.

O barco Antiva, de 16 pés, estava fundeada próxima à Barra, com cabos enrolados no hélice, perto da arrebentação.

Segundo a corporação, em função do risco, foi realizado primeiro o resgate do tripulante. Os bombeiros retornaram até a embarcação, soltaram o ferro e com a vazante, o barco fosse até uma zona segura, mais fora da barra. Isso permitiu que fosse feito mergulho para soltar e cortar os cabos.

Os bombeiros liberaram a hélice da embarcação e navegaram com a mesma de volta para dentro da barra, entregando em segurança ao proprietário.