Foto: André Luiz/Agora Laguna
 

Depois de confirmado pela equipe de fiscalização da prefeitura de Laguna, que as faixas elevadas foram construídas de forma irregular, não respeitando as normas do Contran, a empreiteira MKS iniciou no último sábado, 1°, os trabalhos de rebaixamento dos equipamentos erguidos em dois pontos na avenida Calistrato Muller Salles, como compensação das obras de um edifício residencial.

Os reparos em seguida foram suspensos devido as condições do tempo. “Para os trabalhos na pavimentação asfáltica precisamos de tempo estável. Como temos previsão de chuva a qualquer hora, até próxima terça feira, 11, vamos protocolar ofício solicitando autorização para executá-lo a partir da próxima quarta feira, 12”, adianta o engenheiro da empresa, Leandro Thiesen.

Leia também: “Houve erro de fiscalização”, admite Mauro Candemil sobre faixas elevadas

As adequações já haviam sido confirmadas no dia 31 de janeiro, pelo proprietário da empresa MKS Engenharia, Luis Euclides, em contato com o Portal Agora Laguna. “Vamos fazer os reparos de imediato e corrigir as irregularidades solicitadas pela prefeitura”, afirmou por telefone.

Entenda

As faixas foram instaladas após um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), como compensação em um acordo assinado entre o Ministério Público, poder executivo e a construtora MKS, para minimizar o impacto no trânsito, provocado pelo Residencial Anita, entregue em 2018 pela empreiteira, no bairro Portinho.

Os equipamentos ficam localizadas em frente à Escola de Educação Básica Comendador Rocha e outra próxima ao Supermercado Althoff (apenas referência). De acordo com a prefeitura, a atual lombada localizada na região da escola Comendador Rocha será retirada para viabilizar o trânsito no local.

Abrigo de passageiros

Também construído como medida compensatória, através do mesmo Termo de Ajustamento de Conduta, um abrigo de passageiros chamou a atenção de moradores e motoristas, no bairro Portinho. Isso porque, foi instalado paralelo à uma faixa de pedestres. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, em seu artigo 182, parar o veículo sobre a faixa pode gerar multa.

Segundo o engenheiro da MKS, Leandro Thiesen, a instalação foi feita de acordo com o projeto apresentado. “O local de implantação foi originalmente tratado de maneira verbal, com a concordância do proprietário do mercado, o qual cedeu o espaço para que a prefeitura autorizasse a implantação. Diante do exposto, protocolamos o projeto para fins de arquivo junto à prefeitura/planejamento, inclusive para as tratativas junto às empresas de transporte público do município de Laguna”, afirma.

A nova secretária de Planejamento do Município, Gabriela Belmiro, disse que “como combinado com a construtora e a comissão, a faixa será realocada em outro ponto próximo dali”.

Foto: André Luiz/Agora Laguna