Foto: Agora Laguna
 

Após uma década sem nenhum caso registrado no Brasil, sendo considerada uma doença erradicada, o sarampo retornou com força em 2019. Diante do cenário, o Ministério da Saúde (MS) dá início nesta segunda-feira, 10, a uma nova campanha de vacinação contra o vírus. A imunização é a única forma de prevenção contra a doença.

Em Santa Catarina foram registrados entre o início de 2019 e janeiro de 2020, 319 casos da doença em 39 cidades. A faixa etária estipulada pelo ministério é de pessoas entre cinco e 19 anos, mas o Estado ampliou o público-alvo para recém-nascidos de seis meses a adultos com 49 anos.

A campanha permanece até 13 de março, com o Dia D previsto para o próximo dia 15 de fevereiro, com as salas de vacinação abertas das 8h às 17h, sem fechar ao meio-dia. “A meta é resgatar pessoas com vacinas atrasadas. Convocamos a população lagunense nessa faixa etária para estarem procurando nossas salas de vacina para fazerem a aplicação”, informa a secretária de Saúde de Laguna, Valéria Oliver Alves.

A vacina aplicada no estado é a tríplice viral (que protege ainda contra sarampo, caxumba e rubéola) e há a tetra viral (que tem proteção contra a catapora). Ambas são oferecidas no sistema público de saúde e tem estoque suficiente para toda a campanha.

Sintomas e público-alvo

Doença infecciosa considerada grave, o sarampo é causado por vírus e pode ser fatal. A transmissão acontece quando um infectado tosse, fala, espirra ou respira perto de outras pessoas.

São sintomas: febre acompanhada de tosse, irritação nos olhos, nariz entupido ou escorrendo e mal estar intenso. Outros sinais de contagio podem surgir entre três e cinco dias como manchas vermelhas na pele.

A persistência da febre é um sinal de alerta que pode representar a gravidade da doença e é verificada principalmente em crianças menores de cinco anos de idade.

A imunização iniciada nesta segunda-feira é indicada principalmente às pessoas não vacinadas, que não tenham lembrança de receber a dose ou se não tomou a vacina quando criança. Assim, a aplicação acontece da seguinte forma:

  • seis meses de vida: dose zero;
  • um ano de idade: primeira dose;
  • um ano e três meses: segunda dose;
  • até 29 anos de idade: a pessoa precisa ter duas doses;
  • de 30 a 49 anos de idade: a pessoa precisa ter uma dose.

Onde se vacinar

Em Laguna, as unidades com sala de vacinação e doses disponíveis são:

  • Mar Grosso
  • Magalhães
  • Campo de Fora
  • Passagem da Barra
  • Esperança
  • Cabeçuda

Já em Pescaria Brava:

  • Laranjeiras
  • Barreiros