Foto: Elvis Palma/Agora Laguna
 

Durante encontro realizado em um hotel no Mar Grosso, na noite de quinta-feira, 5, o Democratas (DEM), partido recriado este ano em Laguna, pré-lançou o nome do vereador Peterson Crippa à prefeitura da cidade, confirmando a intenção de concorrer ao Executivo. O edil está atualmente filiado ao Progressistas, mas aceitou o convite feito para que ingressasse na sigla.

A reunião foi acompanhada por filiados e adeptos do partido, além de membros de outras siglas como o também vereador Kleber Roberto Lopes (PP). “O Democratas vem nos dando a possibilidade de termos protagonismo nas tomadas de decisões, além de nos permitir construir uma nova história em Laguna”, avalia o presidente municipal Rômulo Camilo.

Segundo ele, o partido está desenhando um projeto para o próximo pleito, voltado à presença maciça de jovens e mulheres. “Estamos montando uma nominata com grandes lideranças para as eleições de 2020”, adianta Camilo, que está há alguns meses integrando a coordenação de reestruturação da Juventude do DEM (JDEM) em Santa Catarina, o que ele vê como um reconhecimento da confiança da executiva estadual no projeto da legenda na cidade juliana.

O encontro no Mar Grosso foi acompanhado pelo presidente estadual do partido, o ex-deputado federal João Paulo Kleinübing, que fez o convite oficial para que Peterson Crippa ingressasse nas fileiras partidárias. Desde o início do ano, o parlamentar vem dando sinais de que estava descontente com o PP. As especulações sobre uma possível mudança de legenda foram aumentadas principalmente com a refundação do DEM, uma vez que Camilo é assessor parlamentar atuante próximo de seu gabinete.

Crippa, que chegou a ser sondado pelo Republicanos, diz que sua saída do PP se dá pelo isolamento sentido. “Meu motivo para sair é que em dois anos de presidência do Samir Ahmad, no PP, não tive oportunidade alguma de contribuir partidariamente e agora em véspera de pleito eleitoral, ele preferiu permanecer com o projeto político do vereador Roberto Alves, preterindo o nosso”, justifica o edil. “Sem sentimentos, pois respeito as escolhas da linha política que as pessoas preferem seguir, mas como não coaduno com tais interesses, incomodado, eu prefiro sair pela porta da frente e continuar agora no DEM a política do bem”, completa.

O político aguarda agora a janela de transferência partidária que abre em março de 2020 para que possa fazer a migração, sem que perca o mandato na Câmara de Vereadores. “Daremos ao Preto Crippa o protagonismo, o valor e o espaço que ele merece e que por muito tempo vem buscando”, afirma Camilo.