A Polícia Militar Ambiental de Laguna apreendeu mais de uma tonelada de pescados ilegais durante operação de fiscalização feita na segunda-feira, 4. Os trabalhos foram acompanhados por técnicos da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc).

Conforme a corporação, a apreensão foi realizada em um estabelecimento clandestino no bairro Progresso. Os pescados eram beneficiados sem autorização legal, e na câmara fria os produtos armazenados estavam sem comprovação de origem.

“Nós tínhamos informações de que nesse estabelecimento estavam comprando camarão da lagoa, sabendo que agora estamos no período do defeso”, comenta o capitão Fernando Magoga, comandante da Ambiental de Laguna. O local não tinha condições próprias para beneficiamento e o pescado estava sem condições de consumo, segundo atestou a médica veterinária da Cidasc.

Ao todo, os policiais apreenderam 1.030 quilos de pescados (peixes, filés, camarões, entre outros), que foram levados para uma empresa de processamento em Caputera, para destinação correta dos produtos. O proprietário do local foi autuado no valor de R$ 21.350,00 por beneficiar e comercializar pescados e produtos originados da pesca, sem comprovante de origem e autorização dos órgãos competentes.