Foto: Polícia Civil
 

A Polícia Civil realiza desde as 6h desta quarta-feira, 27, a Operação Marias em Santa Catarina. A mobilização visa frear os índices de violência doméstica no estado, em especial o feminicídio, através de ações que extraiam dos agressores qualquer sentimento de impunidade.

Estão sendo mobilizados mais de 350 policiais civis em todas as 30 Delegacias Regionais para cumprir 81 mandados de prisão de suspeitos de violência doméstica, 23 mandados de busca e apreensão e 1.211 fiscalizações de medidas protetivas de urgência.

Na área policial da 18ª Delegacia Regional, estão sendo cumpridos mandados, bem como sendo feita a fiscalização das medidas protetivas nas cidades de Laguna, Imbituba, Garopaba, Imaruí, Paulo Lopes e Pescaria Brava.

Até o momento, quatro mandados de prisão foram cumpridos, sendo um no bairro Progresso e outro em Barbacena, além de mais dois em Imbituba. Outras 65 fiscalizações de medidas protetivas de urgência foram realizadas na região. Mais detalhes serão dados em entrevista coletiva, na Delegacia Geral, em Florianópolis, na manhã desta quarta-feira, 27, às 10h.

Marias

O nome ‘Marias’ faz referência à Maria da Penha Maia Fernandes, vítima emblemática de violência doméstica, referencial na luta em defesa dos direitos das mulheres e cujo nome é emprestado à lei Maria da Penha, uma ferramenta fundamental no combate à violência doméstica de familiar.