Divulgação/LTF
 

Laguna terá um novo representante na divisão principal do Campeonato Regional da Liga Tubaronense de Futebol (LTF). Formado há dez anos por um grupo de jogadores do Magalhães para praticar futebol society, o Galacticos está na final da competição e vai enfrentar o Sul América, de Tubarão. Pelo regulamento, ambos já estão classificados.

A equipe lagunense obteve, no domingo, 24, o passaporte para a final depois de vencer o primeiro jogo em casa contra o São Domingos, de Armazém, por 3 a 1, e conquistar uma vitória sofrida no jogo de volta na casa do adversário. O time armazenense abriu o placar, mas o Galacticos reagiu e conseguiu virar o resultado.

Elói marcou o primeiro gol aos 10 minutos do primeiro tempo. Ivan Campos empatou aos 44, e Celino finalizou o placar também aos 44, porém do segundo tempo. “Agora, queremos o título. Sei que vamos enfrentar uma grande equipe que também busca o mesmo objetivo, mas vamos dar nosso máximo, nosso melhor. Vamos para cima com tudo. Isso é Galacticos!”, avalia o dirigente Juninho Tavares.

Do outro lado da ponte, Sul América conquistou a classificação com goleada

A decisão está marcada para o próximo fim de semana. Adversário do Galacticos, o Sul América conquistou a vaga na final depois de vencer, por goleada, o União Taquaruçu, único time de Pescaria Brava que conseguiu passar à semifinal. Os tubaronenses ganharam o primeiro jogo na casa do Taquaruçu, por 2 a 0, e ampliaram o placar no segundo jogo.

Deco (13 minutos, do primeiro tempo), Matheus (aos 17), Danilinho (aos 18) e Brasão (aos 26, do primeiro, e aos 46 e 47 do segundo), marcaram os seis gols do alviverde de Morrotes. Coincidentemente, a abertura do campeonato foi feita com os dois times se enfrentando e o placar foi de 6 a 0, porém para o clube de Pescaria Brava.

Em Morrotes, o clima é de comemoração. “Foi gratificante ver grandes jogadores do cenário amador e profissional vestindo nossas cores e representando nossa comunidade. Fizemos duas partidas muito equilibradas”, avalia o vice-presidente do Sul América, João Vitor Paes, que na conversa com o Portal elogiou também a equipe do União. “Vamos para cima, representar o sonho de uma comunidade, que é voltar para a primeira divisão. Esse a gente já conseguiu, agora é ser campeão”, pontua.

Já em Pescaria Brava, o foco está no futuro. Segundo um dos diretores do time, Otacílio Marcelino, o popular Duga, o time estuda ingressar na primeira divisão já em 2020. “Nosso time foi guerreiro, nosso elenco estava bom, porém, não estivemos 100% ontem. Mas tudo bem, o importante foi competir. Agora, fica para próxima”, comenta ao falar sobre a partida de domingo.

Final

Os dois times, afirmam seus dirigentes, vão chegar focados à final. Segundo a LTF, o jogo está previsto no regulamento para acontecer dia 1º de dezembro em partida única em campo neutro.

Porém, há possibilidade de o encontro dos finalistas ser transferido para sábado, 30 de novembro, se houver acordo comum das duas equipes. A liga espera definir palco e data oficialmente até terça-feira, 25.