Divulgação
 

Mesmo que as obras do prédio da extinta escola Jerônimo Coelho não estejam prontas até o início do ano letivo de 2020, em fevereiro, o Colégio Militar vai entrar em funcionamento na cidade. O edital de seleção para os professores e estudantes será lançado brevemente pela diretoria de ensino da Polícia Militar (PM), depois de a primeira versão do texto não ter contemplado a cidade juliana.

O núcleo do Colégio Militar em Laguna terá 70 vagas que serão definidas por sorteio, sendo divididas pela metade sendo parte para civis e outra para filhos de militares. A unidade terá como diretor, o major Peterson do Livramento. Atualmente comandando a Guarnição Especial em Braço do Norte, ele atuou na corporação de Laguna até 2017.

Ao Portal Agora Laguna, o major comentou que participa na próxima semana, em Florianópolis, de curso sobre o funcionamento da instituição e que ainda há alguns detalhes a serem acertados antes de o núcleo ser efetivamente ativado.

Para abrigar os alunos, a edificação que sediou o Jerônimo Coelho (datada de 1911) passa desde 2018 por reforma. Orçadas em quase R$ 3,5 milhões, as obras vão ampliar uma área de quase mil metros quadrados, incluindo a construção de quadra esportiva coberta e restauro da parte histórica.