Divulgação
 

Na última semana de agosto, estudantes de Arquitetura e Urbanismo do Centro de Educação Superior da Região Sul (Ceres), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Laguna, realizaram visitas técnicas em cinco municípios de Minas Gerais reconhecidos e protegidos como patrimônio cultural brasileiro e mundial.

Foram visitados Belo Horizonte (Pampulha e Circuito Cultural Liberdade), Ouro Preto, Mariana, São João del-Rei e Tiradentes. MG é o estado que mais concentra bens declarados como patrimônio mundial pela Unesco.

De acordo com o coordenador da iniciativa, Douglas Heidtmann Junior, professor das disciplinas de Técnicas Retrospectivas e Projeto de Intervenção no Patrimônio, a ação permitiu o contato dos estudantes com diferentes possibilidades de intervenção no patrimônio.

Os estudantes também assistiram a palestras com servidores de instituições públicas de Minas Gerais (Ufop, UFSJ e Iphan), o que possibilitou que verificassem as possíveis intervenções em relação ao uso nas sociedades e cidades contemporâneas.