Foto: Rafael Bicca
 

Laguna é um museu à céu aberto, com casarios que têm mais de 200 anos mantendo viva as memórias do tempo em que a cidade era uma pacata vila da então província de Santa Catarina. Esse cenário natural será palco de um espetáculo teatral neste sábado, 31, a partir das 18h ao ar livre, que vai contar um importante capítulo da história (inter)nacional que aconteceu nestas mesmas ruas.

“A vida e morte de Anita Garibaldi” vai proporcionar aos espectadores reviver o episódio que a póvoa de Santo Antônio dos Anjos de Laguna visualizou há quase dois séculos. Em 1839, Giuseppe Garibaldi e revolucionários gaúchos passaram pela vila para tomar o porto local, fazendo dali um braço estratégico para a República Rio-Grandense, movimento criado fazia quatro anos na Província de São Pedro.

Os quase de 60 atores escalados para dar vida aos lagunenses do século XIX vão encenar também os momentos da trajetória de Anita Garibaldi, ao lado do agora esposo, Giuseppe, pela Itália, onde participou da reunificação italiana. “Graças a participação do elenco, que conta com as Guardiãs e o Instituto CulturAnita, vamos poder oferecer um grande espetáculo que vai devolver ao lagunense sua história e auto-estima”, comenta o escritor Adílcio Cadorin, que assina a direção e roteiro da peça.

Para ele, a partir da avaliação dessa apresentação de 2019 será possível prever a reedição do mesmo teatro nos anos seguintes na cidade juliana. A peça foi ensaiada com exaustão no Centro Histórico para garantir que tudo ocorra bem na noite oficial. A comitiva italiana vinda da região da Emilia-Romagna chegou a acompanhar parte das preparações.

Foto: Rafael Bicca

A peça deste sábado marca o reencontro da atriz Lize Souza, que atualmente mora em Jaraguá do Sul, no Norte catarinense, com a personagem histórica Anita Garibaldi, que ela interpretou recentemente no cinema. “É um espetáculo lindo e emocionante”, resume a atriz.

“Acredito que se existe uma palavra que define esse momento que Laguna está vivendo é resgate. Estamos vivendo um verdadeiro resgate histórico e cultural de nossa identidade, de quem realmente nós somos”, comenta Lize. “Estou feliz de participar desse momento na minha cidade natal. Voltar a interpretar Anita é emocionante, já que foi a única mulher no mundo que lutou arduamente pela República. Não tem como descrever a emoção de ter sido escolhida novamente para viver essa personagem”, completa.

O cenário de “A vida e morte de Anita Garibaldi” vai ser iniciado mais cedo com uma cavalgada às 17h partindo da Capitania dos Portos rumo à Praça República Juliana. A apresentação segue com o horário original mantido apesar de haver previsão indicando mau tempo. Porém, de acordo com a organização, se chover torrencialmente o espetáculo será adiado para 21h.

Serviço

O quê: Espetáculo teatral ‘A Vida e Morte de Anita Garibaldi’, do Instituto CulturAnita.

Quando: sábado, 31 de agosto, às 18h (ou 21h, se houver chuva torrencial).

Onde: Praça República Juliana, Centro Histórico.

Entradas: 1kg de alimento não perecível.

Transmissão ao vivo no Facebook pelo Portal Agora Laguna e Rádio Difusora.

Comitiva italiana acompanhou ensaios da peça – Foto: Rafael Bicca