Foto: PC/Agora Laguna
 

Um homem foi preso pela Polícia Civil por suspeita de favorecer prostituição e exploração de criança ou adolescente em Pescaria Brava. M.A.J, 35 anos, foi detido na última terça-feira, 20, mas só teve o caso divulgado a público depois da conclusão do inquérito, que aconteceu nesta quinta-feira, 29.

Segundo a investigação da Polícia Civil, o homem abordava adolescentes, geralmente meninos, nas proximidades de escolas e por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp Depois da aproximação ele oferecia dinheiro para que os menores participassem da produção de vídeos e fotos pornográficas.

“As investigações continuarão em relação a outras possíveis vítimas, inclusive ante a suspeita da prática de outros crimes contra a dignidade sexual praticados por M.A.J.”, adianta a delegada responsável pelo caso, Carolina Quintana Guedes. O preso foi indiciado cinco vezes por induzir menores de idade à prostituição conforme punições previstas no Estatuto da Criança e Adolescente e Código Penal.

A delegada acrescenta que há informações sobre a atuação do homem também em Capivari de Baixo, cidade vizinha à Pescaria Brava. “Ao pais, alerto para estarem sempre atentos e acompanhar as conversas de seus filhos em redes sociais e WhatsApp para evitar que situações como essas se prolonguem por mais tempo”, alerta Carolina.