Foto: Thaís Corrêa/Reprodução
Farmácia Atual - Plantão 24hAyesha Kfouri - Laguna
 

O TENOR É DE LAGUNA e se chama Gustavo Tasso Borges Fernandes. Aos 26 anos é o único catarinense entre os 38 cantores selecionados em meio a 145 inscritos do Brasil para uma bolsa completa de estudos na 5ª Academia Canto em Trancoso, em Porto Seguro (BA). Junto com bolsistas do Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo, ele participará do evento promovido pela associação cultural Mozarteum Brasileiro, de 7 a 13 de julho.

Gustavo iniciou seus estudos em teoria musical e piano aos nove anos no Conservatório Lagunense de Música com as professoras Maria Teresa Remor e Mirian Mombach Loch. Em 2013, continuou os estudos em piano, teoria musical, harmonia e solfejo com a pianista e organista Maria Olívia Rodrigues, de São Paulo. Foi aluno de canto lírico da soprano japonesa Masami Ganev e, atualmente, aperfeiçoa sua técnica com a premiada soprano Carla Domingues.

Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

QUEM FALOU FOI O PREFEITO: “Quem faz a prefeitura funcionar são os cargos comissionados”. Essa afirmação causou decepção nos dentistas da rede municipal de Laguna que, agora respaldada juridicamente pelo Sindicatos dos Odontologistas do Estado de Santa Catarina, após esgotadas todas as tentativas ou pelo menos um acordo com o Prefeito, não terá outra saída a não ser GREVE.

PARECE CHUMBO TROCADO: o morador de Laguna Michel Laureano protocolou essa semana o pedido de cassação do vereador Roberto Carlos Alves (PP). O documento após análise no jurídico da Câmara foi lido em sessão, porém, por falta de quórum, teve a disucssão prejudicada. Agora, é aguardar as próximas sessões em que o número de vereadores possa ser suficiente para decidir se será acatada ou não a denúncia. Não tenho dúvida que conversas vem sendo realizadas nos bastidores sobre o tema em questão.

#RAPIDINHAS: está virando novela a situação da revitalização do centro histórico no que se refere a revitalização da Rua Raulino Horn, no centro histórico e da rede de distribuição subterrânea. É bom lembrar que essa obra custou mais de oito milhões de reais do meu, do seu, e do nosso dinheiro.

REVIRANDO O PASSADO DO MUNICÍPIO. Será rediscutida em audiência pública no dia 25, novamente, a data de fundação de nossa cidade. Esse assunto voltou, após o presidente da Câmara de Vereadores, Cleosmar Fernandes (MDB) tomar conhecimento que existem dados históricos divergentes sobre a data de fundação de Laguna. Até agora o que se aprendeu na história foi que Domingos de Brito Peixoto, com coragem e espírito desbravador ampliando as fronteiras em direção ao Sul, tinha descoberto em 29 de julho de 1676 a Vila de Santo Antônio dos Anjos de Laguna.

RECADASTRAMENTO IMOBILIÁRIO vai custar aos cofres do município mais de R$ 2,6  milhões de reais conforme ordem de serviço assinada essa semana com a empresa Geomais Geotecnologia Ltda., que será responsável pela atualização cadastral, mapeamento de todo município e recadastramento de imóveis existentes no perímetro urbano. Esperamos que de resultados positivos e retorno financeira, vamos aguardar.

EU LI NO BLOG do Valmir Guedes Junior que o patrimônio imaterial de Laguna está se perdendo. Diz ele que nos últimos anos, por mudanças e alterações em muitas de nossas tradições, perdemos a identidade nas mais variadas áreas culturais. O patrimônio imaterial da Laguna está indo para o espaço, essa é que é a verdade. E o que é isso? Pois bem, você pode conferir aqui.

Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

SÃO DA ESPÉCIE PAPO-AMARELO os jacarés que estão aparecendo em nossa cidade e que começaram a ser monitorados. Pesquisadores da Unisul e Udesc, em parceria com a Polícia Ambiental, iniciaram esta semana projeto de observação destes animais no complexo lagunar. Objetivo é entender a dinâmica populacional e traçar estratégias de proteção da espécie, evitando assim futuros acidentes com a população humana também. É bom lembrar que o jacaré não foi para o céu por ter a boca grande, e em nossa cidade a coisa funciona mais ou menos assim: “aqui se fala, aqui se paga”.

TEMOS QUE APRENDER COMO SE FAZ. Faltava pouco mais de um mês para a sua realização e a população e turistas já sabiam os shows nacionais da 21ª Quermesse de Garopaba, que é considerada uma das maiores e melhores festas do litoral Catarinense. O anúncio oficial das atrações foi realizado já no mês de maio, dia 16, no gabinete do prefeito Sergio Cunha (PSD), por meio de uma coletiva de imprensa, onde estiveram presentes as emissoras de rádio locais que transmitiram ao vivo, além de meios de imprensa regionais, secretários municipais e a assessoria de comunicação do município.

TEMOS QUE APRENDER COMO SE FAZ II. O público se fez presente vindo de todos os lados e não faltou lagunense, para prestigiar a abertura ontem, dia 20, com – nada mais, nada menos – que o conjunto Raça Negra. A programação dos shows nacionais segue com Marcos & Belutti (21/06) e RPM (22/06) garantindo mais um sucesso para o município vizinho. Acho, mas #sóacho, que continuamos querendo atrair turistas e não estamos fazendo bem o dever de casa. Nada se cria sem o apoio fundamental do município, quem sabe aprendemos mais essa lição.

EM UMA FOTO DA JANELA da obra do antigo Hotel Rio Branco (topo), em dia de Corpus Christi, a arquiteta Thais Correa comentou que a inquietação continua. Ela espera ansiosamente pelo dia em que sairão estes postes de concreto e emaranhado de fios da rede aérea. O cabeamento subterrâneo já foi feito, os novos postes de iluminação sem fio aparente já foram instalados, o que nos falta? Essa foto pode ficar muito melhor e o Centro todo também. Não ter essa poluição visual irá fazer toda a diferença. Aos lagunenses, mais uma vez só podemos aguardar por mais esse enrolado projeto de revitalização.

O PREÇO DAS OBRAS ultrapassa 11 milhões – para ser mais exato R$ 11.934.609,15 (onze milhões, novecentos e trinta e quatro mil e seiscentos e nove reais e quinze centavos). Esse é o valor (com fontes de recursos como Municipal, Federal, Estadual e Lei Rouanet) da execução de restaurações, em nossa cidade, dos prédios históricos da União Operária (1903), Casa de Anita (1711), Mercado Público (1958, na foto com a ‘nova’ pintura), Colégio Jerônimo Coelho (1911), Clube Blondin (1943) e a sede da banda Carlos Gomes (provavelmente década de 50).

Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

O prefeito Mauro Candemil salientou que a beleza da arquitetura do Centro Histórico com as revitalizações mais turistas irão chegar na cidade. Acredito que não basta só isso para fazer nossa cidade se transformar em uma parada obrigatória quando se fala em turismo. Tá na hora e mais do que na hora de acordar desse sono profundo que nos abate há um bom tempo e querer mais… ousar mais e principalmente ter a vontade de fazer diferente! Da forma que caminha,e já estamos quase na porta de uma nova eleição, nada mudou quando se fala em turismo. Minha opinião.

AUMENTANDO ESSE VALOR em mais três milhões de acordo com Ana Paula Cittadin, do Iphan, o próximo prédio histórico a ser restaurado será a antiga Estação Ferroviária (1950), no bairro Campo de Fora. O processo licitatório está em andamento.

EM ENTREVISTA ao radialista Batista Cruz, da Difusora, finalizando a semana, o vereador Roberto Alves teceu elogios a duas pessoas que fazem jornalismo de uma forma diferente: citou o próprio Batista Cruz e Márcio Carneiro, do Jornal de Laguna, que fazem “jornalismo sem distorcer os fatos”. Entre explicações sobre o tema do início da semana que movimentou a casa do povo, falou aos microfones no ‘Rádio Revista’ que todo esse “barulho deve-se ao fato de estar hoje vereador”. Disse também que muitos jornalistas são “boca alugada” em nossa cidade e falam o que querem e colocam nas redes sociais matérias destorcidas. Foram algumas palavras do parlamentar que escutei e aqui escrevi.

Foto: Elvis Palma/Agora Laguna
Ayesha Kfouri - LagunaFarmácia Atual - Plantão 24h