Foto: Elvis Palma/Agora Laguna/Arquivo
 

Há 74 anos, os jornais do mundo inteiro noticiavam o término da 2ª Guerra Mundial em 08 de maio de 1945. A data que ficou eternizada na história como o “Dia da Vitória” (V-Day, em inglês) será lembrado na manhã de quinta-feira, 09, a partir das 8h30, em cerimônia organizada pela 3ª Companhia do 63º Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro.

A solenidade será realizada na praça dos Ex-Combatentes, no Centro Histórico, nas proximidades da sede da Polícia Militar Ambiental. O local, que passou nesta quarta-feira, 08, por trabalhos de manutenção e limpeza, contém o busto em homenagem ao lagunense Clito Antônio de Araújo.

O evento homenageará os pracinhas que participaram dos conflitos na Europa entre 1944 e 1945, fazendo parte da Força Expedicionária Brasileira (FEB), criada para este fim. Um dos nomes lembrados é de Jamil Corrêa, que integrou o grupo de militares lagunenses enviados ao velho continente.

Laguna na 2ª Guerra

O pelotão de lagunenses, conforme informações do jornalista Valmir Guedes Junior, foi composto por Manoel Ismael da Silva, Bernadino Vieira de Andrade, Antônio Juvêncio Corrêa, Valdiniro Abraão, David Lemos, Manoel Moura de Jesus, Ezio Pagani, entre outros nomes.

Um dos fatos marcantes da tropa de pracinhas enviados por Laguna à Europa, aconteceu com Clito Antônio de Araújo. Nascido em 1920, na comunidade de Siqueiro (atualmente pertencente à Pescaria Brava, o jovem de 24 anos acabou morrendo em combate.

Seguindo em marcha na região de Marano, na Itália, em 13 de novembro de 1944, avançou em território inimigo e temendo ser descoberto e morto em meio ao ambiente bélico formado por fumaça e tiros, detonou uma granada e acabou tombando em combate, matando também os inimigos ao redor. Araújo foi homenageado com o busto na praça do Ex-Combatentes e com nome de rua no Centro Histórico de Laguna.

Foto: Elvis Palma/Agora Laguna