Foto: Luca Gebara/Agência AL
 

Após a matéria veiculada pela NSC TV na noite desta quarta-feira, 1º, feriado do Trabalhador, que traz um levantamento dos deputados que mais faltaram as sessões neste início de mandato, Felipe Estevão (PSL), citado na reportagem, procurado pelo Portal Agora Laguna, se manifestou sobre o tema, afirmando estar ‘com a consciência muito tranquila’.

“Como no início de mandato as pautas da Alesc eram mais secundárias, não era uma reforma administrativa por exemplo, eu entendi que o melhor era estar perto do nosso povo, perto das demandas. Era muito mais confortável eu estar na Alesc, de repente fazendo alguns projetos, jogando para as comissões, esperando a coisa acontecer, mas a gente arregaça as mangas e vai ao trabalho”, destaca Estevão. Ouça:

Com o título ‘Em 3 meses, 32 dos 40 deputados da Alesc faltaram pelo menos a uma sessão’, a reportagem destaca a presença dos edis nas 34 sessões já realizadas. Segundo a matéria, mais de dois terços dos deputados não compareceram a, no mínimo, um dos encontros ordinários da casa.

Com base eleitoral na região Sul, o pesselista comenta na matéria, justificando, que tem gabinetes regionais instalados em Laguna e nos municípios da região carbonífera, onde trata de pautas das cidades sulistas.

Entre os motivos que foram justificados, estão problemas de saúde (6%), compromissos particulares (16%) e atividades parlamentares externas (78%). O deputado Keneddy Nunes (PSD) foi o mais faltoso (18), sendo seguido por Felipe Estevão (PSL), Milton Hobus (PSD) e Ivan Naatz (PV), todos com oito faltas.

O pesselista afirma que deve utilizar a tribuna da casa legislativa para rebater o conteúdo da matéria, justificando onde esteve durante as ausências registradas no plenário da Alesc.

Felipe Estevão, Júlio Garcia (PSD, presidente da casa legislativa), Jessé Lopes (PSL), Ricardo Alba (PSL), Romildo Titon (MDB) e Wolnei Weber (MDB), também da região da Amurel, integram a lista de parlamentares que não apresentaram proposições, conforme a reportagem.

Assista: Em rede social, Estevão voltou a se posicionar mais uma vez sobre a matéria