Danilo Prudêncio da Costa, diretor da escola Almirante Lamego, localizada entre os bairros Centro e Campo de Fora, em entrevista ao Portal Agora Laguna e à Difusora FM, falou sobre a situação da unidade escolar, após ter sido divulgada a notícia da investigação da Polícia Civil, sobre áudios que ameaçavam a realização de um ataque ao colégio.

“Isso não existe. Não tem bomba, não tem arma, nada foi encontrado. Esses áudios são totalmente mentirosos”, afirma o gestor sobre as gravações. O assunto também foi tema de uma reunião entre a direção da escola e os pais dos estudantes.

Acompanhe a entrevista de Danilo Prudêncio da Costa:

Relembre

Após o atentado em Suzano, São Paulo, em 13 de março, áudios passaram a ser compartilhados por alunos sobre um possível ataque na escola Almirante Lamego, até chegar à direção do colégio e a vários pais de crianças.

Assim que soube das denúncias, o diretor da escola, Danilo Prudêncio, solicitou que a Polícia Civil investigasse o caso. “Tivemos ciência desse fato há 15 dias e a polícia está apurando, além disso, rondas preventivas estão sendo feitas pela Polícia Militar”, destaca.

A investigação analisa ainda a possibilidade de outros envolvidos. “A Polícia Civil tem conhecimento desses comentários e está investigando o caso”, salienta o delegado Franco Reginatto. A direção não confirmou a procedência dos fatos relatados nas gravações espalhadas por mensagens. A Polícia Militar aumentou o policiamento na escola.