Divulgação
 

A Sessão do Tribunal do Júri realizada na comarca de Laguna nesta terça-feira, 26, condenou um homem a 16 anos de prisão por homicídio duplamente qualificado. O outro réu do caso, que respondeu pelo crime em processo separado, foi condenado a 12 anos de reclusão em júri realizado no dia 31 de janeiro. ​

O crime em questão aconteceu na madrugada de 15 de abril do ano passado, no bairro Portinho, local conhecido como ‘Rua da Aspa’ e teve como vítima João Ranulfo de Souza, 20 anos. Ele foi atingido por oito tiros, sendo que seis acertaram a cabeça.

O crime foi cometido durante uma festa e a motivação seria vingança, por conta de ameaças e ofensa a facção criminosa dos réus. Na sessão, presidida pelo juiz Renato Müller Bratti, o Conselho de Sentença reconheceu como qualificadoras do crime motivo torpe e utilização de recurso que dificultou a defesa da vítima.