Foto: André Luiz/Agora Laguna
 

O corpo do estudante Paulo Júnior da Costa (foto), de 22 anos, foi encontrado no começo da tarde desta sexta-feira, 04, no bairro Barbacena, interior de Laguna. Ele estava desaparecido desde as 19h, do dia 31 de dezembro de 2018, quando saiu de Guaíba (RS) para trabalhar como motorista de aplicativo.

Como noticiado pelo Portal Agora Laguna, familiares e amigos estavam mobilizados a procura do rapaz que trabalhava nas horas vagas como motorista. A namorada dele, Lavínia Gomes, contou que o “último contato [feito com ele] foi pelo WhatsApp, por dois áudios dele pedindo ajuda e em seguida uma mensagem falando que ele iria para Pelotas (RS). Essas mensagens possivelmente não foi ele quem escreveu, porque tinham muitos erros de português”.

Divulgação/Agora Laguna

Nos últimos dias, ligações anônimas haviam informada à família que o carro de Paulo havia sido visto em Criciúma e em Laguna, fato que não tinha sido confirmado pela polícia até então. Informações preliminares obtidas pelo Portal, indicam que duas pessoas, um de Laguna e outro do Rio Grande do Sul, foram detidas na ocorrência.

O jovem foi morto a princípio com um tiro na cabeça. O carro do rapaz foi encontrado na tarde de quinta-feira, 03, na cidade de Orleans, na região carbonífera catarinense. Policiais de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul estão atuando na ocorrência.

O Instituto Geral de Perícias (IGP) de Laguna recolheu o corpo do estudante para necropsia.

Apreensões

A Polícia Militar de Laguna, que participa da ocorrência, apreendeu cerca de R$ 19 mil em espécie, um motor de embarcação, duas espingardas de pressão, um revólver calibre .38, quatro notebooks, caixas de cigarro e ainda onze aparelhos de TV. Os objetivos seriam provenientes de furto.


Atualizado em 04/01/2019 às 15h30.